jusbrasil.com.br
16 de Setembro de 2019

Atitude! Juiz vai até a casa de idosa de 100 anos para dar a ela o direito de se aposentar

Rafael Siqueira, Advogado
Publicado por Rafael Siqueira
há 3 anos

Atitude Juiz vai at a casa de idosa de 100 anos para dar a ela o direito de se aposentar

Uma cena bastante incomum foi flagrada em Goiás. E tudo que tem de rara, tem de emocionante. Trata-se de uma lavradora centenária recebendo um oficial da Justiça em sua casa para, aos 100 anos, finalmente começar a receber aposentadoria.

O juiz Thiago Cruvinel Santos foi o responsável por ir até a casa da lavradora Alvarina Maria de Jesus, em Itapuranga, para fazer da aposentadoria um direito da senhora centenária. As informações foram divulgadas pelo Tribunal de Justiça de Goiás.

Para chegar até esse ponto, o juiz colheu depoimentos da idosa e de outras testemunhas para, na hora, conceder a ela o direito de dois benefícios: conversão do amparo assistencial para a aposentadoria e a pensão pela perda do marido, que morreu há 17 anos.

“Sou uma mulher que viveu muito, vi coisas e sofri todo tipo de privação, junto ao meu marido, meus filhos e meu neto. Mas sou uma pessoa de fé. Acredito em Deus, na vida, no ser humano. Hoje, aqui, na minha casa, estou vendo de perto a Justiça ser feita”, afirmou Alvarina após receber o juiz.

O dinheiro que passará a entrar na conta de Alvarina tem destino certo: diabética e com problemas de circulação do sangue na região das pernas, ela poderá agora ter remédios que a ajudem a viver melhor a terceira idade. A decisão do juiz foi amplamente comemorada por ela, familiares, vizinhos e pelo próprio magistrado

“É simplesmente impossível não nos sensibilizarmos com a situação de uma pessoa de 100 anos que precisa ser atendida com urgência e ter direitos básicos garantidos legalmente para que possa usufruir, com um pouco de dignidade, dos anos de vida que lhe restam”, disse o juiz, responsável pela festa na família da lavradora centenária.

Fonte: Nação Jurídica.

42 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Olha, pelo andar da carroça, acho que logo logo todo mundo vai acabar se aposentando com 100 anos.
Não falta muito pra isso acontecer. continuar lendo

Não seja maldoso colega, não sabemos o que levou esta senhora se aposentar com esta idade, a maioria destes anciões viviam na área rural isolada do mundo moderno, sequer sabiam o que era contribuição previdenciária por tempo de serviço. O gesto do magistrado foi nobre e digo, não é só este juiz que mostra humildade e respeito as pessoas. Milito muito nos Tribunais Goianos e digo, a maioria dos magistrados são da estirpe deste magistrado, são humildes, respeitam as pessoas, os profissionais e seus serventuários e não deixam a soberba subir a cabeça. O Tribunal do Estado de Goiás esta de parabéns com o seu quadro de magistrados é claro que há algumas exceções. continuar lendo

Que bom Euclides...mas é sempre o dever do funcionário público, aliás, qualquer cidadão, agir dentro do diploma legal...todo benefício mal concedido causa prejuízo. Abraços. continuar lendo

Se conseguir chegar lá !!! continuar lendo

Ouvimos bastante que: "o direito não é um fim em si mesmo, mas um instrumento para que se alcance a justiça"; a função do direito é buscar a pacificação social... Contudo, é quando nos é noticiado ou quando presenciamos atitudes como a destes magistrado e oficial de justiça goianos que entendemos que discursos aparentemente retóricos podem se tornar realidade. É gratificante ler um bom exemplo, motivo pelo qual deve-se parabenizar uma decisão como esta que põe o bem de uma cidadã em primeiro lugar. continuar lendo

Não teria sido uma busca pelos quinze minutos.

Obs.´. Frase de Andy Warhol em 1960: "um dia, todos terão direito a 15 minutos de fama"

Desculpe-me o excelentíssimo Sr. Juiz, mas não resisti. continuar lendo

Achei uma atitude normal. Meio que descabida. Afinal ele ganha no minimo 30 mil
Os direitos do idoso tem previsão legal e não começa aos 100 anos, que eu saiba todo aquele que completa 60 anos tem direito a atendimento prioritário, e não precisa juiz e na casa dos idosos bajular ninguém basta sentenciar rápido. continuar lendo

Ainda existem pessoas com moral ilibada e ética exemplar. E , que principalmente, tem AMOR ao próximo.
Dr. Thiago Cruvinel Santos...o senhor é um juiz que todas as varas nacionais , todo judiciário, todo político deveriam se mirar...assim fosse, já estaríamos como país de primeiro mundo...
Parabéns, excelência... continuar lendo

Atitude sem dúvida louvável !

Mas o que me incomoda realmente, é o fato disso ser uma atitude louvável, visto que isso nada mais é que um direito dessa senhora, ela deveria estar recebendo sua aposentadoria, ela deveria ter recebido muito antes sua aposentadoria, ela não precisaria de um Juiz, ela simplesmente deveria ter seus direitos garantidos.

Infelizmente no Brasil é assim, nossos direitos quando recebidos se tornam motivos de ''festa'', ela felizmente viveu para receber sua aposentadoria, mas quantos brasileiros não conseguem sequer sobreviver até terem uma consulta médica, um exame?

Triste realidade a que vivemos, num país onde só temos garantidos nossos direitos se tivermos o Judiciário cuidando de nós. continuar lendo